Gravação do DVD de Cezzinha: uma reunião de amigos pela música pernambucana

Publicado em 11/05/2013 12:24 por Rodrigo Rigaud

No palco, um cenário simples porém extremamente sensorial, recatado e pernambucano. Atrás dele, vários artistas que aguardavam o momento de participarem de mais um marco na música regional. Cezzinha convidou um cast forte  para lhe acompanhar na gravação de seu primeiro DVD, “Um Romance de Novela”. Nomes como Elba Ramalho, Alcione, Zélia Duncan, Nando Cordel, Almir Rouche, Maciel Melo, Santana, Jorge de Altinho e Terezinha do Acordeon, fizeram a festa com o cantor e compositor e alegraram o público que compareceu ao Chevrolet Hall na noite desta sexta-feira (10).

O belo público do Chevrolet. (Foto: João Vitor Alves).

O belo público do Chevrolet. (Foto: João Vitor Alves).

Cezzinha abre o show. (Foto: João Vitor Alves).

Cezzinha abre o show. (Foto: João Vitor Alves).

Às 22h30, Cezzinha subiu ao palco acompanhado de sua sanfona e tradicional carisma. Sob o delicado jogo de luzes e no foco das quase 10 câmeras utilizadas na gravação do DVD, o cantor desfilou um repertório cheio de pernambucanidade. Conhecido por compôr músicas regravadas por diversos e diversificados artistas como Elba Ramalho, Nando Cordel e vários grupos ao redor do país, Cezzinha resgatou grandes sucessos e trouxe interpretações marcantes ao lado de seus convidados. A habilidade com a sanfona e o talento vocal o coloca na dianteira da nova sofra de jovens forrozeiros.

O talento com a sanfona e a voz grave porém suave. (Foto: João Vitor Alves).

O talento com a sanfona e a voz grave porém suave. (Foto: João Vitor Alves).

Cezzinha abriu a apresentação fazendo solo das famosíssimas músicas “Xodó” e “Sanfona Sentida”, dois hinos de Luiz Gonzaga. Depois convidou Terezinha do Acordeon para dividirem o palco em “Minha Vida é Te Amar”, do Dominguinhos. A platéia composta por admiradores e fãs do tradicional forró pernambucano, cantava todas as músicas de forma afinada e afiada. Jorge de Altinho subiu ao palco para cantar “Confidências” com seu amigo Cezzinha, ao qual se referiu como “um filho na música”. Aliás, todos os que participaram do show mostraram-se extremamento orgulhosos pela performance do “menino” Cezzinha.

Envolvendo todo o público. (Foto: João Vitor Alves)

Envolvendo todo o público. (Foto: João Vitor Alves)

Sem nunca perder o sorriso no rosto. (Foto: João Vitor Alves)

Sem nunca perder o sorriso no rosto. (Foto: João Vitor Alves)

Maciel Melo juntou-se ao Cezzinha para cantar um de seus maiores sucessos, “Caboclo Sonhador”. Logo após surgiu mais um dos grandes nomes da música pernambucana, Santanna, para juntar sua voz mais aguda ao grave suave do anfitrião e juntos realizarem uma belíssima interpretação de “Lápis de Cor”. A próxima foi “Recado”, com um Cezzinha intimista ao violão. Isso era só a preparação para o que viria a seguir. Uma verdadeira explosão com dois dos principais nomes do frevo em Pernambuco e no mundo.

Elementos da tradicional música pernambucana. (Foto: João Vitor Alves)

Elementos da tradicional música pernambucana. (Foto: João Vitor Alves)

Na sanfona, preparando-se para a explosão a seguir. (Foto: João Vitor Alves)

Na sanfona, preparando-se para a explosão a seguir. (Foto: João Vitor Alves)

André Rio surgiu “Tenho sede” e fez a festa. Almil Rouche arrematou e seguiu em frente junto com o forrozeiro em “Ja é Madrugada”. Depois desse momento frevolente, ainda teve muito gingado com a homenagem do cantor e músico à Jackson do Pandeiro, colocando o público do Chevrolet Hall pra sambar.

Ainda tinha mais show pela frente. (Foto:  João Vitor Alves).

Ainda tinha mais show pela frente. (Foto: João Vitor Alves).

Apesar de ser a gravação de um dvd, as repetições foram mínimas e o público pôde curtir um show sem grandes interrupções, uma mostra da boa organização do espetáculo. Nando Cordel veio ao palco com público animado e cantou  “Você endoideceu meu coração” ao lado de um Cezzinha emocionado? Depois do Nando veio a Zélia Duncan, voltando à Recife e felicíssima em participar do DVD. No palco cantou “Porque tem que ser Assim”, em um belíssimo dueto. Pra fechar esse bloco com chave de ouro, Alcione em um música bem dela e do Cezzinha: “Um anjo pra cuidar de mim”.

Convida público pra cantar junto. (Foto: João Vitor Alves).

Convida público pra cantar junto. (Foto: João Vitor Alves).

No bloco que seguiu como reta final para o show, a participação da cantora Elba Ramalho. Ela e Cezzinha viveram um verdadeiro romance de novela, uma aventura musical, como bem disse ela ao Celebs PE. Mas no palco o que se viu foi nada mais do que paixão. Com direito a beijinho e tudo o casal caprichou nos duetos e sequenciou sucessos que pareceram cantados em forma de medley, dada a química da apresentação. “É só você querer”, “Aconchego” e “Gostando de Mim”, trouxeram muito romance, sinceridade e emoção à gravação do DVD de Cezzinha

(Foto: João Vitor Alves)

(Foto: João Vitor Alves)

Para finalizar a apresentação quase irretocável e a gravação do DVD, que com certeza resultará em um trabalho final belíssimo sob o comando do diretor Casagrande, Cezzinha reuniu todos os participantes de seu show para um final apoteótico em clima festivo. Na platéia, muitos casais dançaram e sentiram na pele todas as emoções positivas de um encerramento digno de orgulho à música pernambucana. Cezzinha e amigos, unidos em prol da transposição de mares, oceanos, pelo alcance da boa música regional à todo amante da arte, com muita arte, em um show envolvente e pernambucanamente arrasador.

Um final feliz para o romance de novela no chevrolet hall. (Foto: João Vitor Alves).

Um final feliz para o romance de novela no chevrolet hall. (Foto: João Vitor Alves).

 

Desenvolvido por Inetwork eBusiness