Sem categoria

Festival MIMO confirma novo artista internacional‏

Publicado em 5/08/2015 por Henrique França

O blues do Mali tocado pelas mãos de “Boubacar Traoré” é o segundo nome confirmado para a etapa pernambucana do MIMO, que acontecerá no sítio histórico de Olinda, entre os dias 20 e 22 de novembro. Em seu último álbum, o Mbalimaou (2015), gravado em Bamako (capital do Mali), Boubacar, aos 72 anos, expôs ao mundo a sonoridade das progressões harmônicas de seu violão.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA Boubacar Traoré (Foto: Divulgação)

De características e influências folk, com timbres únicos e inigualáveis, o violonista soma ao blues toda carga melancólica e nostálgica das influências da cultura árabe e das tradições africanas de um dos países do continente sem saída para o mar. Seu disco, produzido pelo pelo premiado Christian Mousset (Womex 2009) e pelo mestre da kora (alaúde africano), Ballaké Sissoko, para a apresentação em Olinda, contará com a participação de um trio, composto por, além de Boubacar, percussão e gaita.

Sem categoria

FESTIVAL MIMO DE CINEMA DIVULGA NÚMERO DE SELECIONADOS PARA EDIÇÃO 2015

Publicado em 4/08/2015 por Henrique França

No maior evento de música instrumental gratuito do país, o MIMO, os grandes artistas da cena mundial estão não só nos palcos de praças, ruas e igrejas centenárias, mas também em telões montados nos mais diversos espaços das cidades históricas.

MIMO_Cinema_Foto_Tom Cabral_Trago_Boa_Noticia (Foto: Divulgação)

Mostrando sua importância a cada edição, o Festival MIMO de Cinema 2015, um dos braços do MIMO, recebeu um número expressivo de inscrições em 2015: 95 obras, entre curtas, médias e longas-metragens com temática musical, das quais 19 foram selecionadas para exibições durante o evento em Paraty (2 a 4/10), Rio de Janeiro (13 a 15/11), Olinda (20 a 22/11) e Circuito Minas (16 a 18/10). Os títulos serão exibidos na Mostra Panorama Brasil, seleção dedicada a filmes nacionais inéditos. Dirigido pela cineasta Rejane Zilles, o Festival MIMO de Cinema vem unindo realizadores, produtores e exibidores em busca das novas tendências da linguagem cinematográfica musical. Com uma ampla programação de filmes focados no gênero, destaca seus personagens e suas histórias, ampliando a relevância musical desses protagonistas.

Sem categoria

Festival MIMO divulga primeira atração internacional em Olinda‏

Publicado em 22/07/2015 por Henrique França

O rock do deserto do guitarrista tuareg “Bombino” é o primeiro nome confirmado para a edição 2015 do MIMO, que acontecerá na etapa pernambucana, na cidade história de Olinda, entre os dias 20 e 22 de novembro.

Bombino_por Tom Leentjes Bombino (Foto: Divulgação)

Nascido num acampamento de uma tribo nômade, na região de Níger, Nordeste da África, Omara Moctar viveu parte da sua infância como um “cigano do deserto”. Filho de um pai mecânico e mãe dona de casa, peregrinou por várias regiões entre a cidade de Agadez e acampamentos tuaregues, sob a tutela da avó (em comum acordo aos princípios matriarcais dos Tuaregues). Descendente de guerreiros, comerciantes e viajantes do Deserto do Saara, que lutaram pelo seu modo de vida durante séculos contra o colonialismo e as imposições das regras islâmicas, desde cedo Bombino recusou-se a frequentar escolas tradicionais. A base de sua educação, incluindo a musical, é proveniente da cultura do deserto e incursões em escolas mistas francesas. Com as dificuldades de sobrevivência devido a confrontos militares, Bombino partiu com a família para Argélia, onde viveu por um curto período de dois anos, mas o suficiente para ser apresentado à guitarra numa visita aos seus parentes. De volta a vida em Níger, Bombino (derivado da palavra italiana equivalente à “criança”) aperfeiçoou as técnicas na guitarra e deu os primeiros passos como músico profissional, apresentando-se em festas, casamentos, comícios políticos e outras cerimônias. Mudou-se para a Líbia, onde ouviu grandes nomes da guitarra norte-americana e inglesa, como Jimi Hendrix e Mark Knopfler, do Dire Straits. Entre o trabalho solitário como pastor de animais, as horas foram dedicadas ao estudo do instrumento. O guitarrista voltou para Níger, quando gravou seu primeiro álbum com auxílio de um grupo de cineastas documentaristas espanhóis. Viajou para Califórnia em 2006, como músico de apoio da banda “Tidawt”, onde gravou junto a alguns membros da Rolling Stones, o clássico “hey negrita”.

Sem categoria

Último dia para inscrições no “Festival MIMO de Cinema” e “Prêmio MIMO Instrumental”‏

Publicado em 20/07/2015 por Henrique França

O maior festival de música instrumental do país inscreve somente até esta segunda-feira (20) para o Festival MIMO de Cinema e ​para ​o Prêmio MIMO Instrumental. ​As inscrições podem ser realizadas por meio do portal do festival www.mimofestival.com. Consagrado por trazer para cidades históricas brasileiras grandes nomes da música nacional e internacional, o MIMO também tem conceito em fomentar o gênero através de uma intensa programação.

festival_MIMO_de_Cinema (2)_foto_Beto_Figueiroa (Foto: Divulgação)

O Festival MIMO de Cinema, realizado desde a primeira edição, reúne filmes que têm a música como protagonista. As inscrições estão abertas para a Mostra Panorama Brasil, que exibe filmes nacionais de produção recente, inéditos em circuito comercial. Os filmes são projetados nos pátios das i​grejas, em tendas, especialmente montadas, e em salas de cinema, sempre em sessões gratuitas. Evento único neste formato e gênero no país, o Festival M​IMO de Cinema já exibiu uma safra de importantes produções nacionais como “Tropicália”, de Marcelo Machado, ​”​Cauby – começaria tudo outra vez”, de Nelson Hoineff, “Faroeste Caboclo”, dirigido por René Sampaio, “Jards”, com direção de Eryk Rocha e o documentário “Olho Nu”, dirigido por Joel Pizzini e estrelado por Ney Matogrosso, que marcou presença durante o festival de 2013.

Sem categoria

MIMO altera o trânsito e o comércio de Olinda

Publicado em 3/09/2014 por Henrique França

A 11ª edição do Mimo, maior festival gratuito de música instrumental do País, já começa a tomar forma em Olinda com a preparação dos espaços onde ocorrerão os concertos e a exibição de filmes. A Prefeitura do Município entra neste processo e prepara um esquema todo especial de segurança e mobilidade para os dias do evento. A Secretaria de Planejamento e Controle Urbano fiscaliza o comercio de serviços e alimentos, enquanto a de Transportes e Trânsito realiza bloqueios nas principais ruas do Sítio Histórico.

Igreja_da_Se_MIMO_foto_Beto_Figueiroa_Divulgacao Igreja da Se MIMO (Foto: Divulgação)

Com o apoio da Polícia Militar, equipes da Secretaria de Planejamento e Controle Urbano estarão em pontos específicos promovendo a troca de garrafas de vidro por recipientes plásticos. Outros grupos, em parceria com a Vigilância Sanitária, estarão circulando pelas ruas fiscalizando o comércio de alimentos e serviços. O objetivo é conferir a procedência e higienização dos alimentos e a regularização do comerciante. Já os agentes de trânsito irão montar bloqueios nas principais ruas do Sítio Histórico para reduzir o tráfego durante as apresentações do Mimo. O fechamento das ruas com cavaletes e cones de sinalização tem início sempre às 15h e vai até às 23h, nos dias do Festival. Porém, a partir das 14h, agentes com motocicletas estarão nas ruas, pois neste horário tem início a distribuição dos ingressos na Biblioteca Pública de Olinda.

Sem categoria

Restaurantes de Olinda se inspiram no MIMO e servem pratos inéditos esta semana‏

Publicado em 1/09/2014 por Henrique França

Aromas suaves de banana, acepipes árabes, sabores inconfundíveis das criações de César Santos. São muitos os paladares nos encontros da rica cozinha de Olinda. Desta vez, não poderia ser diferente. Cinco restaurantes do Sítio Histórico buscaram, pelo quinto ano consecutivo, inspiração nos concertos d​o MIMO, que movimenta a cidade nessa época com centenas de músicos renomados nas igrejas e espaços ao ar livre, para presentear o público com pratos inéditos. As receitas poderão ser pedidas nos dias do festival, entre 4 e 7 de setembro.

Foto3_Camarao_Nos_Quintais_de_Olinda_OficinadoSabor_foto_Beto_Figueiroa

Oficina do Sabor, Don Francesco Trattoria, Casbah Mourisco, Estação Café e Maison do Bomfim são as casas participantes deste ano. As homenagens gastronômicas ao maior festival gratuito de música instrumental do País que começou em 2004 em Olinda e que passou a ocupar palcos em Ouro Preto (MG), ​Paraty (RJ) ​ e Tiradentes (MG)​ contam com um menu diversificado de opções. A lista vai de couvert a sobremesa, passando por pratos principais.

Foto6_Spaghetti_alla_Carbonara_Jorginho_Neto_DonFrancesco_foto_Beto_Figueiroa

Todas as receitas, em seus nomes, rendem tributos a músicos d​o MIMO, ao patrimônio Histórico ou às ladeiras e aos jardins de Olinda. Em comum, um ode à beleza olindense. O Casbah Mourisco casou a influência moura com a comida regional no couvert “Arabidinho MIMO” (R$ 16), salada verde refrescante com curry de frango, babaganoush, homus e pão sírio. “Temos um afeto muito grande pelo festival MIMO. Nossa homenagem é uma forma de demonstrar esse nosso carinho”, justificou Raphael Pontual, gourmet e proprietário do Casbah.

Foto11_Manjar_Igreja_da_Se_EstacaoCafe_foto_AlineFeitosa

O chef César Santos, do Oficina do Sabor, vem com o “Camarão nos Quintais de Olinda” (R$ 62,00, individual), sugestão de prato principal à base de camarão no molho de cajá, guarnecido com batatas na manteiga e arroz de coentro. Outros dois restaurantes fazem menção a músicos que virão para Olinda em setembro. A lenda do jazz norte-americano Chick Corea ganha homenagem do restaurante Maison do Bomfim pelas mãos do chef Jeff Colas. O cozinheiro francês criou o prato “Robalo Chick Corea” (R$ 42, individual), um filé de camurim no caldo branco com cogumelos frescos ao molho ponzu (asiático) levemente picante, acompanhado de brócolis grelhados e arroz de jasmim.

Foto12_Chick_Corea_MaisondoBomfim_foto_AlineFeitosa

Já o Don Francesco Trattoria escolheu o trombonista Jorginho Neto, revelação do samba jazz paulistano e artista selecionado pelo Prêmio MIMO Instrumental, para recriar uma receita tipicamente italiana. O “Spaghetti ala Carbonara Jorginho Neto” (R$ 36,80, individual) é feito com massa de grão duro cozida ao molho de ovos, bacon, azeite, queijo parmesão e toques especiais de Norma e Francesco Carreta. Para adoçar, o Estação Café, que fica na galeria de arte Estação 4 Cantos, convidou a chef Luciana Nunes para lançar uma sobremesa deliciosa: o “Manjar Igreja da Sé” (R$ 10), feita à base de crosta de biscoito de castanha de caju com creme de cream cheese e banana caramelada acrescido de creme de coco fresco. “Vemos criações sofisticadas, mas esquecemos sabores reconfortantes. A banana e o coco são elementos comuns em Olinda, que nos lembram aquele doce que a nossa avó fazia. Essa foi a nossa maneira de homenagear o festival, propondo uma receita que preza o passado e o patrimônio olindense”, explica a chef Luciana.

Sem categoria

Fórum de Ideias do MIMO discute Poesia e Música

Publicado em 31/08/2014 por Henrique França

A segunda edição do Fórum de Ideias, programação paralela do MIMO, chega ao Recife a partir desta quinta-feira (4), e vai até sábado (6), no auditório da Livraria Cultura, no Cais da Alfândega, Bairro do Recife. Os encontros serão sempre das 16h às 17h30. A entrada é franca. Com “Poesia e Música” como tema, o evento destaca o movimento de vanguarda poética, identificado como “poesia marginal”, que foi protagonista na cena (contra) cultural brasileira nos anos 1970. Por isso, presta homenagem, este ano, aos autores Torquato Neto, Paulo Leminski e Antônio Carlos Brito e Cacaso, por seus 70 anos de nascimento.

Salgado-Maranhao Salgado Maranhão será um dos palestrantes (Foto: Divulgação)

Sem categoria

Areia e Grupo de Música Aberta apresenta repertório inédito na MIMO Olinda

Publicado em 20/08/2014 por Henrique França

O projeto “Areia e Grupo de Música Aberta” marcará o encerramento da 11ª edição do MIMO. O concerto será no feriado da Independência, dia 7 de setembro (domingo), às 18h, ao ar livre na Praça do Carmo, em Olinda. No repertório, Walter Areia irá mostrar seu virtuosismo de músico experiente ao lado do seu conjunto de músicos, extraindo improvisações com base na tradição da música oriental.

AREIA_dvd_Vladia_Lima Areia e Grupo de Música Aberta (Foto: Divulgação)

Areia promete novo gás em cima de um repertório autoral, que ganhará ao vivo novos contornos sonoros, acompanhado pelo grupo Música Aberta, com o qual gravou um DVD lançado este ano. Sua música se inspira na forma mais ancestral de improvisação, com motes ressurgindo a cada solo, sob inspiração dos cantadores nordestinos. Promete ainda homenagear o compositor e instrumentista português Carlos Paredes, um dos principais responsáveis pela divulgação mundial da guitarra portuguesa. “Fizemos o lançamento do DVD em formato íntimo no Teatro Eva Herz, no Recife, em abril deste ano. Esse repertório ao vivo ainda é inédito para o grande público. Ficamos muito felizes com o convite para nos apresentarmos no MIMO. Era o que a gente mais esperava”, disse Areia. Além de Walter Areia (Mundo Livre S/A) no contrabaixo e na direção musical, a sonoridade do quarteto pernambucano é construída pelo saxofonista Ivan do Espírito Santo (maestro da Orquestra Contemporânea de Olinda), pelo acordeonista Julio Cesar (SpokFrevo Orquestra) e pelo baterista Cássio Cunha (Alceu Valença).

Sem categoria

Programação do Festival‏ MIMO

Publicado em 29/07/2014 por Henrique França

Praças, ruas e igrejas de cidades históricas brasileiras se transformam em palcos para os maiores artistas da música mundial durante noites inesquecíveis. Essa é a essência do MIMO, o maior festival gratuito de música instrumental do país, que chega à sua 11ª edição em 2014. Firmando-se como polo de música plural e de valorização do patrimônio histórico brasileiro, o MIMO será realizado em Ouro Preto (MG, de 29 a 31 de agosto), Olinda (PE, de 04 a 07 de setembro), Paraty (RJ, de 10 a 12 de outubro) e, pela primeira vez, em Tiradentes (MG, de 17 a 19 de outubro), que passa a integrar o circuito. O evento é apresentado pelo Bradesco e TIM, com patrocínio do BNDES e apoio da Deloitte.

mimo2 (Foto: Divulgação)

Confira a Programação completa em Olinda:

04/09 – Quinta-feira
20h30 – Igreja da Sé – Trilok Gurtu Band (Índia)
22h30 – Praça do Carmo – Chick Corea & The Vigil (EUA)

05/09 – Sexta-feira
18h – Mosteiro de São Bento – CHAARTS (Suíça)
19h – Seminário de Olinda – Renata Rosa e Emily Loizeau (França)
20h30 – Igreja da Sé – Jordi Savall e Héspèrion XXI (Espanha)
22h30 – Praça do Carmo – Winston McAnuff & Fixi (Jamaica/França)
00h30 – Praça do Carmo – Bassekou Kouyate & Ngoni Ba (Mali)

06/09 – Sábado
18h – Igreja do Carmo – Sonia Wieder-Atherton (França)
19h – Seminário de Olinda – James Duncan Mackenzie Band (Escócia)
20h30 – Igreja da Sé – Egberto Gismonti e Part. Esp. Jacques Morelenbaum (Brasil)
22h30 – Praça do Carmo – Grupo Bongar (Brasil)
00h30 – Praça do Carmo – Jorge Mautner – Part. Especial Otto

07/09 – Domingo
16h – Praça do Carmo – Vencedor do Prêmio MIMO Instrumental
18h – Praça do Carmo – Saudades, Dominguinhos, por Yamandu Costa, Toninho Ferragutti, Bebe Kramer e Adelson Viana (Brasil)

Sem categoria

Chick Corea é presença confirmada no Recife

Publicado em 16/06/2014 por Henrique França

Considerado um dos pianistas e tecladistas mais inovadores e influentes da história do jazz, o norte-americano Chick Corea, em seus 50 anos de carreira, vai se apresentar pela primeira vez em Pernambuco. O músico realizou significantes contribuições para o estilo, tanto no jazz tradicional, quanto no fusion ao longo das últimas décadas. O show será dentro da Mostra Internacional de Música de Olinda – MIMO, que acontecerá entre os dias 4 e 7 de setembro no sítio histórico da cidade.

chick-corea-ucla Chick Corea (Foto: Divulgação)

O MIMO acontece em quatro cidades: Ouro Preto (29 a 31/8), Olinda (4 a 7/9), Paraty (10 a 12/10) e Tiradentes (17 a 19/10) com uma programação de oficinas, shows e sessões gratuitas de cinema. O Festival é apresentado pelo Bradesco e TIM, com patrocínio do BNDES e apoio da Deloitte.

Desenvolvido por Inetwork eBusiness